Aparecida Ramos -  Prosa e Verso

Apenas palavras que a alma e o coração não calam.

Textos


AO DEUS DA MINHA VIDA   (II)    





Deus! Nessa maravilhosa manhã eu só desejo agradecer! Sei que posso te pedir qualquer coisa, embora saiba também que só Tu conheces o que é melhor para mim!
Mesmo sendo adulta, às vezes ajo feito criança. E, Tu não deixas escapar nenhum dos meus gestos sequer, ainda sendo mínimo, o Senhor está sempre atento, me corriges, quando estou sem perceber, indo longe demais!

Imagina meu Pai, eu não resistiria às adversidades se não contasse com a centelha do amor que em vossa mão me estendeu compreensão! Eu não teria imergido das minhas profundezas abissais sem esse terno “olhar” de Pai! Por tudo isso e muito mais, eu louvo, agradeço e glorifico-Vos por toda minha vida! E Vos sou grata pela vida daqueles que "a mim" confiasses!
Mil anos que eu vivesse não seriam suficientes para Vos louvar e agradecer como mereces, meu Deus! As bênçãos e milagres que tens me concedido jamais fiz por merecer, porque sou incompetente, fraca, inconsequente, portanto, sem méritos próprios para alcançar qualquer graça se não for pela infinita bondade do Teu amor! Apenas vivo tentando, me esforçando para não me desviar totalmente do caminho, ainda sabendo que a estrada não é reta, há muitas curvas, atalhos e por vezes, abismos quase sem fim! E a mim, torna-se humanamente impossível fazer o percurso sem olhar de lado ou sem visualizar o que ficou lá atrás! Há sempre algo chamando minha atenção.
Tenho tropeçado, caído algumas vezes, mas em seguida abro os olhos, caio na real e, movida por teu amor sou impelida a prosseguir olhando em frente e de cabeça erguida! Entendo, meu Deus, que mais importante seria não errar tanto, mas compreendo também que é necessário e importante essa vigilância contínua, que se não me impede de falhar, pelo menos sinaliza-me quando devo repensar e voltar atrás!
Pai! Muito obrigada pelo perdão, pelo amor e por me concederes a oportunidade de ser caminhante aqui nesse mundo... onde tenho uma missão. Quero cumprir até o fim dos meus dias, com o vosso auxílio as "tarefas de casa" que a mim determinaste! Amém!!!


 

Aparecida Ramos

Fortaleza/CE, em 15 de novembro de 2012

Aparecida Ramos(Ísis Dumont)
Enviado por Aparecida Ramos(Ísis Dumont) em 26/11/2012
Alterado em 26/11/2012
Copyright © 2012. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras