Aparecida Ramos -  Prosa e Verso

Apenas palavras que a alma e o coração não calam.

Textos



Me deixe abrir a porta

Me deixe abrir a porta da manhã 
Preciso saber como vai o dia.
Talvez o Sol traga notícias do horizonte 
quem sabe a brisa sussurre em meus ouvidos 
um verso inspirado...
e as nuvens levem 
às estrelas o meu recado.
 
Saudades do sonho que ficou para trás. 
Saudades do futuro que não aconteceu. 
Porém, não lamento,
chorar excessivamente 
é simples perda de tempo.
Misturo o alvorecer à essa nostalgia
e assim me permito dizer:
Amar é mesmo coisa tão complexa,
mas o melhor é sentir 
que a outra parte nos completa.
 
O vento, apesar de brando
chegou intempestivo,
me encontrou meio sem assunto.
Não era um poema
era apenas um verso para lembrar 
que mesmo estando longe
se pode estar junto.
*****************************************
Foto: Arquivo pessoal.
Aparecida Ramos(Ísis Dumont)
Enviado por Aparecida Ramos(Ísis Dumont) em 07/04/2019
Alterado em 20/04/2019
Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras