Aparecida Ramos -  Prosa e Verso

Apenas palavras que a alma e o coração não calam.

Textos

Resultado de imagem para brumas e lembranças

entre brumas e lembranças

nem sei mais o que fazer
com essa saudade
no descortinar de mais um dia
abro as gavetas e lá estão
nossas lembranças
nas paredes algumas fotografias
falam comigo
me contam de você
me fazem voltar no tempo
e me põem
de mãos dadas contigo
nos caminhos
que juntos compartilhamos

nossos recortes de vida
são os mais bonitos
eu não me canso de pensar em você
nem de admirar tua imagem mais recente

comemoro cada gesto
cada palavra
cada lembrança
meu coração bate mais forte
ao som de tua voz
porque
do amor tudo que foi vivido
permanece
embalado e guardado no coração
feito sonho de criança
jamais se apagará

a aurora me desperta
logo mais
mesa posta
cheirinho de café

nas folhagens da amendoeira
o vento
suave brisa entra pela janela
acaricia meus cabelos
sinto o toque das tuas mãos deslizando
nas curvas de meu poema
banhado
pelos primeiros raios de Sol
dessa manhã

eu e você colhendo flores
respirando aromas
caminhando entre as brumas
sentindo na pele
o toque da neblina
que o Céu faz cair
sobre a Colina
****************************
Aparecida Ramos(Ísis Dumont)
Enviado por Aparecida Ramos(Ísis Dumont) em 25/04/2019
Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras